Seguidores

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O QUE ESPERAR DE 2015





                                                         O BLOG DE JANEIRO/2015




                                                O QUE ESPERAR DE 2015
_Qualquer coisa será melhor que a decepção dos 7xI da Copa de 2014,diz um amigo ainda desolado.
Pois é ,provamos um prato amargo que  pôs abaixo uma velha ilusão:não,nós não temos o melhor futebol do mundo.Depois disto nossas esperanças desceram ladeira abaixo,como uma pluma ao vento.
Mas,passada a dor da desilusão  aprendemos que nossa vida  é  constituída  de ciclos: infância,juventude,maturidade ,velhice e morte.Tudo tem início ,meio e fim.O tempo é inexorável.
Estaria nosso país vivendo o fim de um ciclo?
Temos que voltar a crescer,temos que ouvir mais as ruas,temos que combater a corrupção,temos que nos livrar de velhos dogmas,como este do futebol,por exemplo,que estilhaçou nossa autoestima.Afinal,quem somos nós? Que país  queremos ser?
Uma coisa é certa,temos que deixar de ser o “país do futuro” e passarmos a pensar no presente.Deveremos ser mais responsáveis e mudar o que precisa ser mudado.Doa a quem doer.
Criticar não  resolve nada.Mas,realizar,sim.Que tal levantarmos o traseiro da poltrona,arregaçar as mangas e entrar na luta?Somos o povo que detém o poder,somos um conjunto de cidadãos ,a sociedade civil capaz de realizar mudanças,a começar pelo voto consciente e pela análise profunda dos acontecimentos.Mahatma Gandhi   nos aconselha:”-Seja você a mudança que deseja ver no mundo. “
2015 sinaliza para a maior participação popular, para uma maior consciência em relação aos direitos e deveres,para cobranças pacíficas e para o fortalecimento das instituições.

Temos “quase” tudo,só nos falta um povo esclarecido e consciente.




BAHIA ACONTECE



                                                                ITAPARICA IN BLUE


HOMENAGEM A JOÃO UBALDO RIBEIRO

Gostaria que fosse diferente,
mas, mesmo assim, foi muito bom...
Seria bem melhor se o homenageado
estivesse lá in persona com seu
riso alvar e seu vozeirão inesquecí-
vel; mas, certamente esteve em espí-
rito. Pediu ao Absoluto e, como tem
um prestígio muito grande com Ele,
conseguiu a licença para descer a este
vale de lágrimas e assistir, incógnito,
á sua homenagem.
Divertiu-se um bocado e se sentiu
querido como poucos. Sua imortalidade,
percebeu, não está nas Academias,
nem nos prêmios recebidos,
mas,na alma do povo que o ama e reverencia, gente de
perto, gente que veio de longe – até de Florença, na Itá-
lia, comentou um amigo pescador - artistas, escritores,
músicos como Valtinho Queiroz que fez todo mundo
cantar e dançar até mesmo balançando-se nas cadeiras
do amplo auditório,que coisa mais linda, Cuiúba, nunca
imaginei nada igual! Segredou no ouvido do seu
personagem.
Viva o povo brasileiro que estava todo lá, representado
por intelectuais, acadêmicos, professores,artistas
como Leonel Mattos e Bel Borba, cordelistas e poetas,
jornalistas e pescadores, sóbrios e pinguços, gente sé-
ria e gente amiga da pândega, pessoas simples e so-
fi sticadas, amigos de sempre e amigos de ocasião,um
microcosmo que representou muito bem este povo que
Ubaldo tanto louvou.
A presença de Berenice e de seus fi lhos o levou
ás lágrimas; o busto que ora enfeita os jardins da Biblioteca,
certamente,o deixou muito feliz. E o beijo
amoroso de Berenice,retratado tantas vezes - todos
queriam uma foto -fi cou na história.
Seria impossível citar todos os presentes; ou captar
a energia boa que pairava nos salões.
Mas, de uma pessoa tenho que falar e falar muito,
fazer a louvação,contar a história. Dalva Tavares
Lima,guardem esse nome no cantinho mais abrigado
dos seus corações; esta mulher extraordinária,capaz da
força na fragilidade, obrigada a matar um leão por dia,
de dar seu sangue e sua vida pela Biblioteca que dirige,
merece todas as palmas e louvores pela festa que realizou.Conheci
a sua luta para fazer esta Seleta,coleção de
textos escritos por pessoas diversas que conheceram e
amaram o escritor João Ubaldo. Este livro histórico,que
perdurará por muitos anos nas bibliotecas não estava
destinado a ser vendido. Teria uma edição limitada e seria
oferecido aos autores participantes e alguns poucos
selecionados.Trouxe o meu com um cuidado de quem
carrega andor,protegendo-o do banho de água salgada
que tomamos,sem querer,na volta para Salvador.
Dalva disponibilizou 10 exemplares para sortear
com o público; vi a emoção de quem recebeu e a frustração
de alguns quando Tina,a adorável secretária da
Biblioteca, cantava os números.Um garoto,de uns dez
anos de idade, deu um pulo de alegria,agarrado ao seu.
Uma moça esperou até o último minuto que seu número
fosse gritado.Suspense, até o fi nal!
Terminada a homenagem, Ubaldo voltou para o
Além do Além.Ao encontrar o Criador, disse:
 – Quefesta mais porreta!
Deus balançou a cabeça e deu um leve sorriso de compreensão.

                 Miriam de Sales,Dalva Lima e Emília Ribeiro

Um livro histórico:não será comercializado e os exemplares foram doados aos participantes,amigos e familiares do escritor.

Com determinação e coragem ,Dalva Lima,é a alma desta Biblioteca.


Escritora Miriam de Sales em noite de festa.


AUTORES  PARTICIPANTES



                                      NOTÍCIAS LITERÁRIAS

Depois de 4 edições virtuais com mais de 8000 acessos ,a EDITORA PIMENTA MALAGUETA está  lançando  ,impressa,a edição especial de Natal,apenas para participantes, nossos escritores,leitores e amigos.
Esta edição será doada a Bibliotecas,universidades e associações e enviada para Portugal e Itália.
A edição ,que estará pronta no fim de Janeiro/15 poderá ser adquirida  por pessoas interessadas nesta edição histórica,pedindo através do e-mail miriamdesales@gmail.com ou miriamdesalesoliveira@gmail.com e receberá em sua casa ,em qualquer lugar do mundo.


Pronta para impressão ,a belíssima edição impressa do livro "AS FILHAS DO GENERAL" da escritora Miriam de Sales.Breve lançamento!


CAPA DA EDIÇÃO DIGITAL VENDIDA PELA AMAZON
SUA VISITA ENRIQUECE ESTE ESPAÇO.
VOLTE SEMPRE!




8 comentários:

  1. Feliz fim de tarde, querida!
    Lindo blog... Lerei com calma, na minha volta à Recife, estou dando uma passadinha rápida... A net aqui, na serra é precária... Beijo grande, D'EstherRogessi

    ResponderExcluir
  2. Vim dar um abraço. Gostei imensamente do seu espaço. Boas matérias. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Miriam de Sales Oliveira, a sua atuação como escritora e editora honra a cultura baiana que se renova acompanhando o seu dinamismo e a sua capacidade inventiva. 2015 já está em pleno movimento literário com as novidades anunciadas em seu belíssimo e bem frequentado blog.
    Receba o carinho e o afeto de quem muito lhe admira.
    Marcos Santana

    ResponderExcluir
  4. Como esperado, encantei-me com o que li sobre a proposta para 2015. Gostei também da matéria sobre João Ubaldo e da Revista Literária impressa que será, sem dúvida, mais um sucesso da Pimenta Malagueta! Gostei ainda da aparência do seu Blog. Sempre bom gosto e boa leitura em se tratando de Mirias de Sales Oliveira! Amo! Beijos

    ResponderExcluir