Seguidores

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Tudo A.V. Artesanatos: Retratos de família.

Tudo A.V. Artesanatos: Retratos de família.: Esta semana assisti ao filme "Doze é demais". O filme conta a história de um casal e seus 12 filhos. 12 problemas, muitas brigas, confus...

RETROSPECTIVA/2012




               RETROSPECTIVA/2012

OK, O ANO NÃO ACABOU, MAS,PASSOU RASPANDO.
Cataclismas,  guerras,revoluções, politicagens,o de sempre.O homem não melhorou em nada desde os tempos de Adão,ou desde  que o macaco transformou-se em “homo sapiens”,título que deu a si mesmo e merece ser contestado.Sapiens,onde?
Sendo um ano regido por Júpiter e cuja soma dos números dá a carta do Julgamento, no Tarô, vimos o Supremo agir com mão de ferro  no julgamento dos chamados mensaleiros do PT.Esperemos a mesma garra em 2013 quando deverão  ser julgado os mensaleiros do DEM e do PSDB.Muitos serão presos e sustentados pelo contribuinte brasileiro.Ainda acho que justiça ,mesmo,seria feita,se tivessem que devolver o que roubaram e que fossem condenados a viver durante 10 anos recebendo um salário mínimo, que fossem usuários do SUS e seus filhos estudassem em escolas públicas.
Assim,seria feita justiça.

Ainda no quesito justiça, houve muita  sujeira vindo a público e quase nada ficou debaixo do tapete.As mazelas da República e todos os seus pecadilhos foram cruelmente expostos.Que continue assim para sempre!
Apesar de tudo o corporativismo continua; cai o Demóstenes,ex- paladino da justiça,cai o Cachoeira ,que abertas as comportas,espalhou água suja  por  todo o Congresso  e judiciário,mas,blindou-se ao Delta e o bem amado Cavendish,” bel – ami “do governador do Rio ,o ganancioso Cabral. Porque será ,hein??Aqui no Nordeste,dizemos: -“Aí tem jacutinga,já estou sentindo a catinga.”
O povo acorda.Até a nação indígena marchou para Brasília  com um projeto para  o meio ambiente,visando poluir menos e proteger mais a mãe natureza.
Não, não trouxeram arco e flecha para atirar nos congressistas o que foi uma pena.
Com tantos escândalos não caiu a república, mas,caíram vários prédios antigos e históricos,Brasil a fora.O Edifício Liberdade , no Rio de Janeiro,foi um deles e quase leva junto o Teatro Municipal.Matou 22 pessoas e provocou o desabamento de   dois outros prédios.
O crime e a violência correram soltos este ano;dezenas de policiais mortos  em São Paulo,cuja incompetência tucana parece nunca acabar.O trânsito continua matando sem punição ou com punições irrisórias.
Muitos crimes cometidos por crianças e adolescentes,inimputáveis,graças ao nosso arcaico Código Penal.
Quando será reduzida a maioridade penal para 10 anos,no mínimo? As crianças de hoje não brincam mais de bonecas ou boizinhos de chuchu, senhores magistrados.A realidade de hoje é um milhão de viciados no crack,a maioria crianças e adolescentes.
Caiam na real!
No futebol uma notícia boa; caiu o Rei de Ouros,Ricardo Teixeira.23 anos de reinado absolutista,para desespero da presidente Dilma que não queria ser vista em más companhias.Já não bastava a provação de aturar o Presidente do PT?
-É a economia, estúpido!Assim foi dito nos EE UU,um país poderoso e entendido nas coisas,não sabe o senhor? Pois é, o nosso Ministro da Fazenda aprendeu o caminho das pedras e continua no cargo,apesar das pressões externas para derrubá-lo.
Se a economia vai bem,tudo vai bem.Eu não disse uma vez que o ponto mais sensível do corpo humano é o bolso?
Muitos saíram da linha de pobreza,a classe média cresceu e apareceu no comércio, comprando e gastando cada vez mais.A classe operária,enfim,no paraíso.


JÁ NO MUNDO...

A crise na Síria parece que veio para ficar. Cenas de barbárie são constantes,mostrando que a Estupidez Humana continua  a mesma dede os tempos imemoriais.Uma guerra sem vencedores ,mas,muitos vencidos.Crianças degoladas,velhos assassinados,êxodo, morte.
Abriu-se a caixa de Pandora e agora o mundo não sabe como sair desta.

Já nos States,reelegeu-se Obama.Não se troca de general em tempo de guerra e os americanos caminham para um abismo econômico.
E o Egito pós Mubarack, hein? Depois de muita luta para expulsar um ditador do poder,ganha ,na realidade,a Irmandade Mulçumana.E o Mussi quis e conseguiu plenos poderes.
No jogo de xadrez do Oriente Médio parece não haver vencedores.
A Faixa de Gaza continua sendo cada vez mais a Faixa de Gaze.No seu incontrolável desejo de dominar o Oriente Médio,o judeu continua a ser o espinho no pé do mundo,ao desafiar toda comunidade internacional com sua política de exclusão e morte na Palestina.
Como o valentão da rua,que cria arruaças porque sabe que tem um amigo poderoso que o defende,os Estados Unidos,Israel continua a matar impunemente e a fazer construções ilegais em território palestino.Sob o beneplácito dos países europeus e da ONU,que não vê nada disto pois está muito preocupada com o Chávez.
A morte do embaixador americano na Líbia  desestabilizou a diplomacia americana,ciosa em proteger seus embaixadores.O mundo está mudando,caros amigos americanos.

A crise europeia preocupa a todos.Espanha,Portugal, Itália vivem períodos negros  com centenas de desempregados,uma dívida soberana impagável,o estouro da bolha imobiliária e o desejo nunca morto dos catalões pela sua independência. Enquanto isso,o rei joga golfe.
O inferno astral da Cristina Kirchner continua em ritmo de tango argentino.Bastou mexer com o poderoso grupo Clarin para coisas muito esquisitas começarem a acontecer,até quebra- quebra ,saques e confusão nas ruas.
Abre o olho,menina!

E o Chávez continua impávido para desespero da direita.Apesar do câncer ,sua força de vontade e entusiasmo lhe valeram novo mandato presidencial. A república bolivariana está de pé e com a espada em riste .Não questiono se ele é bom ou mau governante; mas, vai longe o tempo em que tudo na Venezuela,inclusive tomates ,vinha importado dos Estados Unidos.

O triângulo no Pentágono.Desde Holofernes traído por Judite ,que a malícia feminina derrota generais poderosos.Não deu outra com Petraeus,poderoso diretor da CIA,dono de muitas medalhas  e de um frágil coração.E, as más línguas ainda desconfiam que o buraco é muito mais embaixo.Pode vir chumbo grosso por ai.
Londres brilhou nas Olimpíadas ,a rainha continua no trono, completando 50 anos de reinado, adorada pelo povo.O Príncipe William casou e tudo continua o mesmo no reino  inglês.Escândalos na imprensa continuam,of course...Faz parte!


2012 está acabando , mas,levou muita gente boa. Um grande golpe no humorismo nacional e na literatura mundial,além das artes cinematográficas,é claro.Millôr,Niemeyer,Ivan Lessa,Décio Pignatari,poeta e ensaísta,o pianista Dave Brubeck,o astronauta Armstrong,Ernest Borgnine,Sylvia Kristel,o escritor Ray Bradbury, Hebe,Félix,o jogador,Marcos  Paulo,Joelmir Beting,Dom Eugênio Salles,Chico Anysio,Wando,Gore Vidal,Eric Hobsbawn,Donna Summer,Carlos Fuentes,Whitney HoustonLedo Ivo e D. Canô.
So nos resta esperar que a Magra  pegue mais leve em 2013!







segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

O MARECHAL DA CULTURA



MARECHAL DEODORO (AL) - Lá em cima na mitológica Normandia, cabeça e norte da França, estuário do rio Sena, de frente para a Inglaterra a quem pertenceu em tempos passados, separadas pelo Canal da Mancha sob o qual passa hoje o túnel onde mergulha o trem que liga os dois países,há uma pequena cidade encantada com nome de flor:  Honfleur.                                        O vale do Sena é bordejado de verde e de vaquinhas normandas. Famosos o creme de leite e o Camembert da Normandia. E o conhaque  Calvados e a cidra, produzidos com as maçãs que enfeitam os prados.

Honfleur no século 15 era um porto defensivo contra invasões inglesas, em formato retangular e cercado por três ruas de edificações seculares. É como se fosse uma praça, só que no meio é água e o quarto lado dá para o rio Sena, que desemboca no Atlântico um pouco mais adiante. As casas dão a impressão de ter 500 anos ou mais, até hoje habitadas. A primeira referencia histórica  a Honfleur é de 1027.

                              HONFLEUR                                                                
E o que Alagoas tem com isso? Tem tudo. Em 1500, Portugal chegou a Porto Seguro, viu, gostou, admirou, elogiou, plantou o Marco do Descobrimento, ergueu uma cruz, celebrou uma missa e foi embora. Os piratas fizeram a festa. Sobretudo os franceses. Durou séculos o saque, o contrabando e a farra do Pau Brasil. Em Alagoas os caminhos estavam prontos: havia o mar com a “Praia do Porto do Francês”, o rio  São Francisco, os rios Mundau e Paraiba, as lagoas. Eles chegavam, pegavam o Pau Brasil e levavam, sobretudo para os portos do Havre e de Honfleur, um em  frente ao outro. Era o Brasil construindo a Europa, as casas da Europa.      Em 1611 nasceu a primeira capital de Alagoas (hoje Marechal Deodoro) como “Povoado de Vila Madalena de Sumaúna”, para proteger o pau-brasil do contrabando e da ação de piratas e outros. Em 1636 já era o  “Município  de Santa Maria Madalena da Lagoa do Sul”. Só em 1817 capital da capitania de Alagoas, com o nome de Alagoas. Em 1823, cidade. Em 1839, a capital foi para Maceió. E em 1939 o nome da velha cidade foi mudado para Marechal Deodoro, em homenagem ao filho ex-presidente.
                                       
     A  “IIIª FLIMAR”
          Há três anos o talento, competência e dedicação do jornalista,escritor e coronel (do Exercito) Carlito Lima, secretario de Cultura da cidade, criaram a FLIMAR (Festa Literária de Marechal Deodoro). Nesse final de semana, realizou-se a 3ª. Veio gente do pais inteiro, do Rio Grande do Sul ao Amapá, e da America Latina: jornalistas, escritores,  conferencistas, poetas, cantores, grupos de teatro, folclore. Durante cinco dias, diante de suas magnificas igrejas barrocas e sobrados patinados, e sobre as praças de pedras seculares, a cidade tornou-se um anfiteatro da cultura a céu aberto.
          Este ano, a IIIª FLIMAR homenageou três consagrados intelectuais: o antropólogo e folclorista alagoano Theo Brandão (Theotônio Vilela Brandão), que fez parte da celebrada geração de Graciliano Ramos, Raul Lima, José Lins do Rego, Rachel de Queiroz e seu marido José Auto,  Aurelio Buarque, Diegues Junior, tantos outros; homenageou também o alagoano acadêmico Ledo Ivo, maior poeta vivo do pais, e o consagrado romancista baiano-carioca Antonio Torres, Premio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras, com  palestras sobre as obras de cada um. 
         
                                        “A NUVEM”
Todos os dias, de manhã, de tarde e à noite, intelectuais fizeram conferencias. Ricardo Cravo Albin, com sua sabedoria e bagagem histórica,celebrou os 100 anos de Luiz Gonzaga, mostrando a contribuição do Rei do Baião para o pais ficar conhecendo o verdadeiro rosto do Nordeste.                                  O romancista Antonio Torres, o jornalista e escritor Luiz Gutemberg e Janaina Amado debateram o significado litero-cultural do centenário do saudoso Jorge Amado. A escritora e critica literária baiana Miriam Salles analisou a nova literatura nordestina, amazônica e do Centro-Oeste.                                             Durante três horas, a carioca Beatriz Rabello apresentou para  dezenas de bibliófilos uma oficina  de restauração de livros antigos.       
          E eu mostrei minha experiência, no Brasil e como correspondente de imprensa, de meio século de jornalista que também publica livros, como contei em meu ultimo livro “A NUVEM – O Que Ficou do Que Passou”.  

TRANSCRITO DA TRIBUNA DA IMPRENSA

                    sebastiaonery@ig.com.br








domingo, 16 de dezembro de 2012

O HOMEM CASADO

ESTE ARTIGO ACABA DE RECEBER 50.549 LEITURAS SÓ NO SITE" ARTIGONAL"
REPASSO PARA VOCÊS CURTIREM:





O HOMEM CASADO
Não consigo entender como uma moça se envolve com um homem casado; não por moralismo,longe disso,já que não sou palmatória do mundo,mas,pelo desgaste,pelas decepções,pelo sofrimento inútil.Pelas tardes de domingo,solitárias,pelas noites de festa,em casa,de pijama,vendo TV,pelos Natais de lágrimas e sofrimento,pelos sustos,pelo rancor.  È meu pensamento:se não posso ser estrela de Belém,vaquinha de presépio também não quero ser.
Se uma garota quiser da vida apenas um caso,ótimo;os casados são mesmo  indicados,já que a “legitima”é que lava,passa,cozinha e cuida,e,para a “outra”,ficam os jantares,os motéis,o sexo criativo,e”se ele tiver renda,ela aceita uma prenda”,como na canção da Gal.Só isso;nenhum comprometimento,nem cobranças ou exigências;sobra o vazio.
Assim, tudo bem;mas,nunca se apaixone por eles;a conversa não muda:os homens são monotônicos  parecem         disco arranhado: ela não me entende(a esposa),não me satisfaz,estamos juntos só pelos filhos,vou cair fora,agora que encontrei você  etc.etc.etc....Esqueça,eles nunca conseguem divorcio,mesmo que morem no Reno,U.S.A ;simplesmente porque não querem.
Ter você e a esposa,é a gloria.Se houvesse uma estatística eu  diria que nove entre dez homens não deixam suas mulheres para ficar com a amante.Os homens são acomodados;adoram um chinelo velho para seu pé doente,não vão sair atirando,cheios de energia para segui-la,deixando  a segurança do lar e a tranqüilidade da família;é aí que você sobra,sepultando seus sonhos e esperanças,juntando os cacos que sobraram da sua auto-estima.
Também não entendo como pessoas vivem 20,30 anos sem amor, não vivendo 60 anos,mas,sessenta vezes o mesmo ano,quando perto dali a metade da laranja os espera,é só pronunciar o “abre-te sésamo” e deixar a felicidade entrar.Os homens,não,eles não têm coragem...
Você acha que o sexo é bom,vale a pena,mas,não se engane:eles continuam dormindo com suas esposas,embora jurem  o contrario para você.Portanto,descontraia-se, vá passear,viaje,veja o mundo;não se prenda.
Há a questão dos bens, se eles tiverem algum; ninguém quer saber de partilha,que enfraquece o casal.Lembra-se da minha frase?Casamento começa com “meu bem,meu bem”e termina com “meus bens,meus bens”;ou seja,começa num hotel 5 estrelas e termina em pensão.Garota inteligente não entra nessa.
E ela, a esposa? A  sacrossanta mãe dos filhos dele?Alguns homens,com o tempo,chamam suas esposas de “mãe”;eu colocaria no paredón, o sujeito,se pudesse.Freud explica,mas,esposa é esposa,é mulher,quer se sentir amada,desejada,não quer mais amamentar ninguém.
Mãe! A se um cara me tratasse assim,eu lhe daria um sonoro ponta-pé no traseiro;e,meu lado Ava Gardner,como ficaria!?Mas, voltando à esposa;ela tem um problema,mas,o problema dela não é você; ELE é o problema dela.Um cara que engana a mulher,vai enganá-la com qualquer uma.
Já me perguntaram o que eu faria numa situação assim; bem,eu não iria agredi-la,nem armar barraco;não sou disso.Simplesmente,se eu soubesse que o caso era prá valer,eu o deixaria,siga seu destino,vá em paz,Deus acompanhe.Homem é a mercadoria mais abundante que existe;agora mesmo,cheguei na janela e vi mais de vinte,dando sopa por aí.Fechava essa página e iria á luta.A vida continua...

CRÔNICA DE NATAL E OUTROS ASSUNTOS!...






CRÔNICA DE NATAL!

Confesso que andei meio desanimada com o Natal. Até hoje,minha casa nada tinha que lembrasse essa data,nem presépios,nem árvores montadas.Nem o Anjo tinha sido desembalado,nem flores compradas.
Meu marido recordou-me:
-Vamos  até a Perini comprar a nossa ceia! Ceia simples,de dois velhos  que deixaram as esperanças para trás, sem o bulício das crianças em casa,filhos crescidos,netos nas casas dos pais...
Um peru,farofa de  manteiga e ameixas,pães natalinos e champanhe.
Cedo sentei-me no computador e emocionei-me com os votos de carinho recebidos de inúmeros amigos. Enquanto os lia,ouvi o pregão.Eram as mulheres que vendiam pitanga.Vinham de longe,acordavam cedo,apanhavam um ônibus e,a muitos quilômetros das suas casas humildes,percorriam os bairros ,apregoando pitangas e são-gonçalinhos.
-Olha  a pitanga!
-Comprem pitanga e são-gonçalinho!
Corri ao portão. Acenei para a mulher que atravessou a rua,tentando enxergar os carros que passavam ,afogada que estava pelas maçarocas de folhas de pitanga;uma floresta ambulante.
Comprei vários molhos e o cheiro do são – gonçalinho me fez chorar.É um aroma indescritível que lembra natais mais felizes quando eu ainda era criança e tinha minha mãe e recebia tantos presentes;ou,já esposa e mãe,com meus filhos pequenos,no afá de arrumar a casa,enfeitar a árvore,separar e embalar presentes,fazer o bolo e assar o peru,sob os olhos curiosos e esperançosos dos meus seis filhos.O olhar de uma criança esperando seu presente de Natal!Como esquecer!?O cheiro da pitanga e do são – gonçalinho,os cheiros do Natal,renovaram minhas energias ,devolveram-me o ânimo.A felicidade viaja através das pequenas memórias e consiste em estar bem consigo mesmo e procurar não fazer mal a ninguém.
Vivo procurando a criança que fui,que esperava o Papai Noel e pendurava sapatinhos na janelas;pois,a mulher que sou hoje estava embrionária na criança que um dia fui.
Creio que o Menino,se tivesse nascido aqui,adoraria despertar numa manjedoura  perfumada e até dispensaria o incenso a mirra e o ouro,porque o Menino é tão simples e risonho que acha beleza e harmonia nas pequenas coisas.
Porque não imitá-lo e passar um  Natal feliz cheio de simplicidade e amor,fazendo a doação das nossas alegrias e esperanças para aqueles que já desistiram da vida.
FELIZ Natal!

PAPO SECRETO



                       CONFITEOR
Sim,confesso que vivi um ano muito produtivo e importante na minha vida.Sou da geração dos setentões famosos,Gil,Caetano,Ruy,Gonzaga, Amado,Rodrigues,entre outros menos votados e consagrados;estou entre esses,do segundo escalão.Se almejo mais? Não sei.A fama assusta muito e trás de volta muito pouco.Inclusive,nos tira a privacidade,item muito caro a mim,que já fui comparada ao lobo da estepe,de Hesse,por um amigo escritor.A verdade é que não gosto de baderna,ruflar de tambores  e multidão.
Prefiro a paz serena do meu  escritório onde tenho tudo que preciso:um PC,livros para ler e consultar  ,boa música  e paz,muita paz e muito silêncio.
Tomemos o exemplo de ontem. Frequento o Shopping Barra,um dos mais belos da cidade,desde que inaugurou;circulo pelas suas ruas,lojas e restaurantes com a desenvoltura de  amigo de infância.Cumprimento algumas pessoas  que vejo sempre por lá.E,só.
Mas,desde ontem,quando apareci no programa “Mosaico Baiano,”,da TV Bahia,convidada para falar sobre a “cantada”,meu sossego acabou.O programa,muito visto e bem avaliado,tem uma vasta gama de fãs,com muita justiça ,pois  ,agrada a gregos e troianos.
-Vi você na TV.Estava ótimo.Dei boas risadas.
Pronto,perdi a paz.
O vendedor de sapatos, a moça do restaurante,que,apesar de já fechado para o almoço serviu-me um excelente “fetuccine á Alfredo”,os passantes que olhavam para mim e sorriam cordialmente,a manicure,enfim,muita gente.Ganhei um milhão de amigos,mas,perdi a paz.E,olhe que,pelos caminhos misteriosos da TV,muito da entrevista foi cortada.Na verdade,o mais jocoso dela.Em compensação,a bela moça  com ar intelectual que  em plena praça do Campo Grande,recebia uma cantada burra de um ator muito querido por mim,estava lendo e mostrando para quem quisesse ver o meu livro “Contos Apimentados”.Ponto para mim!
Num lançamento de livros que fui, e que foi editado pela Pimenta Malagueta,colegas escritores,recitaram o mesmo refrão. – Vi você na TV.Estava ótima.
Fazer o que?! Relaxei e gozei. Respirei fundo e disse para meus botões: -Bem vinda á máquina de fazer doidos.
‘Té mais!


                              ENTRELIVROS

"  


                                               EM CASA       

COM O AMIGO,JORNALISTA E ESCRITOR,CARLOS SOUZA,NA GALERIA DO LIVRO


                                                        AUTOGRAFANDO,NA FLICA


                                                          LIVRARIA DO AEROPORTO

                                                                  LIVRARIA JHANA,ITAIGARA



CANTINHO DA ESCRITA.AQUI NASCEM BLOGS,ARTIGOS LIVROS E AFINS...


                          2009,AUTOGRAFANDO A 1ª EDIÇÃO DO "BAHIA DE OUTRORA"


                                                 BRASÍLIA,BIBLIOTECA DO CONGRESSO

                                                 ENCONTRO DE CULTURA DO PCdo B,SALVADOR





PROJETO "OFICINA DO CONTO",FEITO EM MAL. DEODORO,AL ,DURANTE A  FLIMAR/12. COLÉGIO :IFAL

A TURMA PARTICIPANTE DA "OFICINA DE CONTOS".NOVOS AUTORES PODERÃO SAIR DAI...



AOS AMIGOS,LEITORES,SEGUIDORES MEUS SINCEROS VOTOS DE UM NATAL CHEIO DE AMOR E PAZ!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

domingo, 18 de novembro de 2012

COMO FOI PROCLAMADA A REPÚBLICA NO BRASIL






O BLOG DE NOVEMBRO/2012




Muitas vezes, na história do mundo, pequenos fatos podem desencadear acontecimentos notáveis.É claro, que,minúsculos acontecimentos  não detectados no dia a dia vão se acumulando como mágoas até que explodem aos borbotões sem que a gente espere ou perceba,mudando os acontecimentos  de uma hora para outra.
Assim aconteceu com a queda da Monarquia brasileira e a proclamação da República.
Uma questão militar, seguida de um levante geral das tropas de terra e mar foi a causa imediata dessas mudanças no tecido político  brasileiro.Mas.os acontecimentos de 15 de novembro de 1889 foram apenas  a gota d’água que transbordou o copo da insatisfação social vigente.
Herdamos a Monarquia de Portugal, regime comum aos Estados europeus em que  a uma pessoa bastava ter sangue real para ter o direito de administrar um país;  para isso,desde pequenininho era preparado e educado para aquela função.
Nosso imperador Pedro II, homem de extremo saber, era amado pelo seu povo,mas,a sucessão preocupava a todos,já que o nosso imperador já era um homem idoso e planejava abdicar em nome de sua filha,Isabel e descansar em Paris para fazer o que mais gostava:estudar,fotografar e conviver com a sociedade científica,longe dos problemas do poder.
Acontece, que o marido de Isabel,o Conde D’Eu era” persona non grata” aos brasileiros e a princesa não contava com a confiança do povo.
Apesar de ter assinado a Lei Áurea que extinguia a  escravidão,ou por causa desse fato que irritou os grandes fazendeiros de S. Paulo e Minas,o povo não apoiava a princesa.
Conta-se que, assinada a  Lei Áurea,o Visconde de Ouro Preto  lhe disse:
-A senhora libertou um povo, mas, perdeu o trono.
Então, veio a questão militar;há muito os quartéis mostravam sinais de inquietação influenciados pela maçonaria e pelo positivismo em voga na época  e alguns atos monarquistas punindo oficiais só acirrou os ânimos.
Entre eles estava o Marechal Deodoro da Fonseca, militar respeitado e admirado pela tropa , mas,também respeitador da lei e amigo pessoal do Imperador.Graças a essa posição,seus colegas de farda o incumbiram de ir ao Palácio pedir à D. Pedro a revogação das punições.
O Governo cedeu face às pressões, inclusive, do Senado.Mas,as relações entre o Governo e o Exército não melhoraram.
A propaganda republicana antes confinada a clubes fechados e ti-ti-tis caseiros ganhou as ruas.
Quintino Bocaiúva Silva Jardim, Lopes Trovão,Nilo Peçanha escreviam artigos magistrais; Campos Sales,Prudente de Morais pregavam abertamente a República,em S. Paulo Benjamim Constant,positivista emérito fazia inflamados discursos na Escola Militar.
E, acima de todos, impressionando o espírito público e conquistando as classes armadas, o baiano Rui Barbosa,a “Águia de Haia”,escrevia artigos disputadíssimos no Diário de Notícias,lidos pela elite brasileira.
No decorrer do ano de 1889 , o Gabinete  presidido pelo Visconde de Ouro Preto começou a tomar certas medidas que preocuparam o Exército.Ele aumentou o corpo de polícia e organizou a Guarda Nacional  além de  remover da Capital todo um corpo da Infantaria;além disso,trocou os comandos e excluiu vários oficiais importantes  das solenidades públicas;ficou patente que o Gabinete queria desestabilizar o Exército.
A Conspiração Militar ganhou força e foi para as ruas.
A República foi feita, sem a menor resistência.
O Império Brasileiro que durou 65 anos vinha desgastado pela sucessão de governos imperiais desacreditados e pelos partidos políticos sem mensagens novas que se eternizavam no poder: o Partido Liberal e o Partido Conservador. Este último há tempos no poder não oferecia solução para os graves problemas do país.
O Imperador deposto foi para a Europa e os principais nomes que  apoiaram o movimento tomaram o poder.
A palavra república vem do latim e significa (res) coisa (publica) do povo.
Uma convulsão social de proporções acompanhou a chegada deste movimento, sendo o mais importante   a Guerra de Canudos.




                      HINO DA REPÚBLICA  BRASILEIRA


Assim que tomou o lugar' do regime monárquico, os republicanos se preocuparam em estabelecer novos símbolos que tivessem a função de representar a transformação política acontecida no final do século XIX. Já em janeiro de 1890, o governo provisório do Marechal Deodoro da Fonseca lançou um concurso visando a oficialização de um novo hino para o Brasil. Com isso, o Teatro Lírico do Rio de Janeiro foi palco da disputa que acabou sendo vencida por José Joaquim de Campos da Costa de Medeiros e Albuquerque (1867 – 1934) (letra) e Leopoldo Miguez (1850 - 1902) (música).

Atuando como professor, jornalista, escritor e político, Medeiros e Albuquerque teve uma formação intelectual privilegiada, estudou na Escola Acadêmica de Lisboa e teve, no Brasil, o folclorista Silvio Romero como seu preceptor. No meio político foi um grande entusiasta do ideal republicano e, quando o novo regime se instalou, Medeiros e Albuquerque assumiu alguns cargos públicos e administrativos do novo governo.

Já Leopoldo Miguez saiu cedo do Brasil e, já nos primeiros anos de vida, se dedicou aos estudos musicais na Europa. Em 1878, voltou ao Rio de Janeiro para abrir uma loja de pianos e música. Sendo professo defensor da República, recebeu auxílio para retornar para a Europa e ali concentrar informações sobre a organização de institutos e conservatórios musicais. Em 1889, fora nomeado como diretor e professor do Instituto Nacional de Música.



Seja um pálio de luz desdobrado.

Sob a larga amplidão destes céus
Este canto rebel que o passado
Vem remir dos mais torpes labéus!
Seja um hino de glória que fale
De esperança, de um novo porvir!
Com visões de triunfos embale
Quem por ele lutando surgir!



Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!



Nós nem cremos que escravos outrora
Tenha havido em tão nobre País...
Hoje o rubro lampejo da aurora
Acha irmãos, não tiranos hostis.
Somos todos iguais! Ao futuro
Saberemos, unidos, levar
Nosso augusto estandarte que, puro,
Brilha, ovante, da Pátria no altar!



Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!


 Se é mister que de peitos valentes

Haja sangue em nosso pendão,
Sangue vivo do herói Tiradentes
Batizou este audaz pavilhão!
Mensageiros de paz, paz queremos,
É de amor nossa força e poder
Mas da guerra nos transes supremos
Heis de ver-nos lutar e vencer!



Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!



Do Ipiranga é preciso que o brado
Seja um grito soberbo de fé!
O Brasil já surgiu libertado,
Sobre as púrpuras régias de pé.
Eia, pois, brasileiros avante!
Verdes louros colhamos louçãos!
Seja o nosso País triunfante,
Livre terra de livres irmãos!



Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!




TERMINA HOJE UMA DAS NOSSAS MAIS IMPORTANTES
 FESTAS LITERÁRIAS.COM MUITAS ATRAÇÕES 
NACIONAIS E INTERNACIONAIS,A FLIPORTO,TEVE 
MILHARES DE VISITANTES DE TODO BRASIL.

PONTO PARA O SHOW DE ABERTURA COM MARIA BETÂNIA,DEBATES SOBRE O LIVRO DIGITAL,ESPAÇO PARA CINEMA,ARTE E GASTRONOMIA.
PARABÉNS AOS ORGANIZADORES,ESPECIALMENTE MINHA QUERIDA AMIGA VERÔNICA ZYDOWICZ,CUJA DEDICAÇÃO É TÃO IMPORTANTE PARA O BOM ANDAMENTO DA FESTA.
HOUVE UM GRANDE ESPAÇO PARA EXPOSITORES,MESAS DE AUTÓGRAFOS E ,ALÉM DE MÚSICA E POESIA.



UMA DAS MESAS MAIS APLAUDIDAS: JOSÉ POSSI NETO,CHRISTIANE TORLONI E EDUARDO RUIZ




ECOFLIPORTO




LITERATRUPE


ESPAÇO ABERTO PARA TODOS









MUNDO IMUNDO


BEBÊS ,IDOSOS E MULHERES GRÁVIDAS ASSASSINADOS SEM PIEDADE


QUEM VAI DETER ESSE ASSASSINO???






VERGONHA SOBRE VOCÊ,ISRAEL E


 VERGONHA SOBRE VOCÊ,TAMBÉM,QUE


 ESTÁ AI SENTADO NA SUA POLTRONA E


 NÃO SE INDIGNA CONTRA ESSE 


GENOCÍDIO.










ATÉ MAIS!...

terça-feira, 30 de outubro de 2012

FLIMAR,FESTA LITERÁRIA DE MAL. DEODORO



CONSIDERAÇÕES


OS SERESTEIROS DA PITANGUINHA,PERCORRENDO AS RUAS COM SEU CANTO DE ALEGRIA.

ESTA É A 3ª FLIMAR QUE PARTICIPO E POSSO RECOMENDÁ-LA COMO UMA DAS MAIS IMPORTANTES FESTAS DO NORDESTE.
QUEM PARTICIPA PODE APRECIAR AS BELEZAS DA PRAIA DO FRANCÊS,A CULINÁRIA ALAGOANA E VIBRAR COM A ALEGRIA DESTE POVO HONRADO,FESTEIRO E TOTALMENTE VOLTADO PARA A EDUCAÇÃO.
SEUS DIRIGENTES,EM MAL.DEODORO NÃO  ECONOMIZAM ESFORÇO PARA TRAZER O MELHOR PARA SEUS ALUNOS,PROFESSORES E CONVIDADOS.
EM MARECHAL TODOS SÃO ESTRELAS,NÃO HÁ SEPARAÇÃO VISÍVEL ENTRE OS GRANDES NOMES E OS ESCRITORES QUE COMEÇAM.HÁ CONGRAÇAMENTO E COMPARTILHAMENTO, VISANDO UM ÚNICO OBJETIVO,DAR O MELHOR DE SI PARA A POPULAÇÃO QUE TÃO GENTILMENTE NOS RECEBE.
VISITEM A FLIMAR,UMA FESTA PERFEITA!


  III FESTA LITERÁRIA DE MARECHAL DEODORO- 3ª FLIMAR

                              28 de novembro – 2 dezembro 2012

MARECHAL DEODORO – ALAGOAS

“PROGRAMAÇÃO PROVISÓRIA”

DIA 28 DE NOVEMBRO (QUARTA-FEIRA)

AUDITÓRIO ESPAÇO CULTURAL SANTA MARIA MAGDALENA DA ALAGOA DO SUL

19:00  – Recepção aos convidados – Banda de Pífano de Marechal Deodoro
19:30 – Abertura da 3ª FLIMAR  -   ROMEU DE LOUREIRO – CERIMONIAL
                Hino Nacional – Banda de Pífano                                                                                                                   
20:00 – Palestras de abertura sobre os escritores  homenageados: folclorista Théo Brandão pelo Historiador Douglas Apratto( 15 minutos)  e  romancista Antônio Torrespela escritora Vanúsia Amorim ( 15 minutos)
20:30  – Balé Folclórico de Alagoas – Grupo Transart       

TABLADO  NA ORLA LAGUNAR

21:00  –  Nelson da Rabeca
               Show ( em negociação)
               Encontro de Sanfoneiros – Forró  ( dançar até o sol raiar)