Seguidores

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013




UM PRESENTE PARA MEUS LEITORES






NATAL  OU PARÁFRASE MACHADIANA
“Mudaria o Natal, ou mudei eu?” (Machado de Assis).
Luciano Marinho
Não, Machado, o Natal não mudará;
E permanece vivo, em toda idade.
Desilusão e desencanto; desamor não faltará.
Nem alegria, paz, conformidade.

Quando tudo se faz contentamento;
Quando as estrelas sorriem, lado a lado;
Quando a gente lembra um bom momento,
Ou quando o mal não é lembrado.

Mudamos, sim, os homens com o tempo,
Porque se perde a esperança, também a alegria...
Enquanto Cristo olha de lá, no contratempo,
A existência que se renova dia a dia.

A cada passo, na humana lida,
O Natal inspira rebuliços de criança.
A todo instante se aproxima da partida
Quem jamais perdera a esperança.





LUCIANO MARINHO
POETA PREMIADO,PERNAMBUCANO DE BOA CEPA,PSICANALISTA COM VÁRIOS LIVROS PUBLICADOS.





sábado, 21 de dezembro de 2013

ANO NOVO CHEGANDO,HORA DE REFLETIR!

                       

                                                      O BLOG DO NATAL
                                             
REFLEXÕES
                         “Os céus não ajudam o homem que não age.”
Gosto de refletir na história de Jacó – quase uma piada –que diverte,mas,tem um fundo filosófico muito interessante.
Jacó,um judeu fiel ,pede todo dia a Jeová para ficar rico. Queria tirar a mega sena.Mas,parece que o deus andava meio surdo e nada respondia.Jacó se esforçava,sussurrava,pedia,gritava,e,nada de respostas.
Jacó morreu pobre e ao chegar Lá,no lugar onde ficou face a face com seu deus,a primeira coisa que fez foi cobrar-lhe o pedido nunca respondido e jamais atendido.
Jeová ouviu a cobrança, cofiou a barba e respondeu-lhe:
_Mas,Jacó,como eu poderia lhe ajudar!? Você nunca comprou o bilhete!
Pois é,muita gente não quer fazer esforço nenhum e quer que tudo lhe venha ás mãos.
Mudar de vida,por exemplo;poucos estão satisfeitos com a sua;mas,nada fazem para mudá-la.Continuam colecionando e carregando penduricalhos inúteis e incomodativos,apenas para ficar bem na foto,posar de rico e vitorioso para uma plateia que não está nem ai para  o que lhe aconteça de bom ou de mau.
Claro que o vazio, a insatisfação e a certeza de estar trilhando o caminho errado,tira a pessoa do sério,destrói sua auto – estima e a ânsia da felicidade.Poucos se perguntam:-o que é a felicidade ,para mim?Conhecendo a resposta ,deveriam correr atrás.Mas,os inúmeros nós cegos e nós górdios que carregam o impedem de alcançar seus verdadeiros objetivos e fazer as pazes com a felicidade.”Nunca a pomos onde nós estamos,”diz o poeta.
Difícil é cortar esses laços, deixar para trás o que  incomoda,”tomar o trem noturno para Lisboa”,deixando toda uma vida para trás.Enfrentar o desconhecido.Correr atrás dos sonhos.Encarar o próprio eu.
“Se é verdade que apenas podemos viver uma pequena parte daquilo que há dentro de nós,o que acontece com o resto?” diz o filósofo.
Falando em “eu” ,esse ser desconhecido do qual só conhecemos uma pequena parcela,comecei a fazer essa faxina ,sem me importar com as consequências;2013 me fez este favor.Deu-me a oportunidade de conhecer pessoas,reconhecer os verdadeiros amigos,eliminar os falsos,reconhecer meus desejos e prioridades,importar-me comigo,realizar meus sonhos –tão simples e quase sempre simplórios –fazer o que me importa e interessa.
Nunca fui vaquinha de presépio,daquelas que dizem amém a tudo,nem de reverenciar celebridades,nem de tomar a benção a poderosos.Porque há muito sei que o indivíduo não é,está;ele não é autoridade,nem ator famoso ou escritor respeitado,ele simplesmente está.Muito nome de talento nas artes jamais foi reconhecido no seu tempo;despontou várias gerações depois.Nesta época midiática,onde se esconde o talento?  atrás da mesa dos publicitários pagos pelas grandes corporações ou escondido na profundeza das suas casas esperando ser reconhecido um dia numa sociedade míope?
Quem vale mais hoje,Mozart ou Salieri? O imitador invejoso que tentou destruir o gênio ou o próprio gênio?
Já disse,veladamente,a amigos (poucos,conto nos dedos da mão direita) que podem esperar uma nova Miriam em 2014.Não sei se melhor ou pior que esta,mas,diferente.
Faça isto você,também,caro leitor.Dói e custa,mas,é necessário;e,os resultados são particularmente bons.
                     FELIZ 2014 PARA TODOS!

                               MEU EU,POR ETAPAS



                                            PAIXÃO:GATOS
                                 CARNAVAL NA BAHIA,1947

15 ANOS:
DÉBUT,POMPAS E CIRCUNSTÂNCIAS


                       CASAMENTO,DEZEMBRO/1963

                               FESTA LITERÁRIA:FLICA,2012
                                           AUTOGRAFAR...
                                               ACADÊMICA:APOLO

                       ACADEMIA DE CULTURA DA BAHIA

                                             PAIXÃO:LIVRARIAS

                                                  PAIXÃO:LIVROS






                                                           PAIXÃO:GATOS
                  VIAGENS:NAVIO ZIM URUGUAY,1992,MEDITERRÂNEO E AMÉRICA DO SUL


                 VIAGENS:FLORES EM GÊNOVA

                              ANIVERSÁRIO EM LISBOA

                         
                          ILHAS CANÁRIAS:LAS PALMAS


                                                        BRASÍLIA,2013
                             MACAPÁ/2013 DURANTE A FLAP

                  BELÉM DO PARÁ:MERCADO DE VER O PESO


                            FAZENDO O QUE GOSTO:PALESTRA

COMO EDITORA NA PIMENTA MALAGUETA

AOS 70 ANOS,COM O MARIDO,NUM RESORT EM SSA



                                   COM ALGUNS DOS NETOS

                             UM FELIZ NATAL PARA TODOS!


-

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

SANTA BÁRBARA,IANSÃ PARA OS ÍNTIMOS



                                                         o blog de novembro/dezembro/13





SANTA BÁRBARA :IANSÃ,PARA OS ÍNTIMOS.
“...não tem homem que enfrente,
A  guerreira mais valente.”
Santa Bárbara,que,no sincretismo religioso da Bahia,tem por nome Iansã,é uma das santas mais procuradas e festejadas do calendário religioso.O caruru dado em sua homenagem,no dia 4 de dezembro,no Mercado das 7 Portas,em Salvador,leva cerca de 20000 mil quiabos e os festejos chegam a durar dias.Praticamente expulsa dos altares católicos,por ser tão adorada nos cultos afros,resistiu á perseguição medieval da Igreja,seus fieis nunca a abandonaram,e,sua humilde igrejinha no bairro negro da Liberdade,vive apinhada de gente,ás quartas-feiras,dia consagrado á sua devoção.
Quase nada se sabe da sua biografia;nem a data certa do seu nascimento,nem mesmo onde nasceu.Na Idade Média,teve o privilegio de estar entre os catorze santos auxiliares,para quem as pessoas recorriam nos momentos de aflição ou necessidade.Bárbara era invocada contra os raios e a morte súbita.
“Iansã comanda os ventos,e a força dos elementos,na ponta do seu florin...”
Bárbara era filha de um poderoso senhor que a fechou numa torre,durante a ausência do pai,que,impressionado por sua beleza estonteante,queria livrá-la de pretendentes inconvenientes;assim diz a lenda.A menina converteu-se ao cristianismo e,para  ficar á salvo da influencia paterna,fugiu.Capturada,foi levada á presença dos juízes,pelo próprio pai,que se tornou seu maior acusador.Quis mesmo substituir o carrasco,no momento da execução.Mas,quando a espada cortou seu lindo pescoço,um raio,vindo do nada,reduziu á cinzas o pai desumano.Desde então,ela tornou-se a senhora dos raios e do trovão,protetora contra as tempestades,naturais ou as tempestades da alma.Empunha sua espada,para livrar do mal,seus devotos,entre os quais,me encontro,e,nunca deixo de lhe oferecer um caruru,no dia 2 de dezembro,data do meu aniversario.
Santa Bárbara é também padroeira dos bombeiros e de todos aqueles,que , por profissão manejam armas de fogo.




                                                                   IANSÃ


Iansã é um Orixá feminino muito famoso no Brasil, sendo figura das mais populares entre os mitos da Umbanda e do Candomblé em nossa terra e também na África, onde é predominantemente cultuada sob o nome de Oiá. É um dos Orixás do Candomblé que mais penetrou no sincretismo da Umbanda, talvez por ser o único que se relaciona, na liturgia mais tradicional africana, com os espíritos dos mortos (Eguns), que têm participação ativa na Umbanda, enquanto são afastados e pouco cultuados no Candomblé. Em termos de sincretismo, costuma ser associada à figura católica de Santa Bárbara. Iansã costuma ser saudada após os trovões, não pelo raio em si (propriedade de Xangô ao qual ela costuma ter acesso), mas principalmente porque Iansã é uma das mais apaixonadas amantes de Xangô, e o senhor da justiça não atingiria quem se lembrasse do nome da amada. Ao mesmo tempo, ela é a senhora do vento e, conseqüentemente, da tempestade.
Nas cerimônias da Umbanda e do Candomblé, Iansã, ela surge quando incorporada a seus filhos, como autêntica guerreira, brandindo sua espada, e ao mesmo tempo feliz. Ela sabe amar, e gosta de mostrar seu amor e sua alegria contagiantes da mesma forma desmedida com que exterioriza sua cólera.
Como a maior parte dos Orixás femininos cultuados inicialmente pelos iorubás, é a divindade de um rio conhecido internacionalmente como rio Níger, ou Oiá, pelos africanos, isso, porém, não deve ser confundido com um domínio sobre a água.
A figura de Iansã sempre guarda boa distância das outras personagens femininas centrais do panteão mitológico africano, se aproxima mais dos terrenos consagrados tradicionalmente ao homem, pois está presente tanto nos campos de batalha, onde se resolvem as grandes lutas, como nos caminhos cheios de risco e de aventura - enfim, está sempre longe do lar; Iansã não gosta dos afazeres domésticos.
É extremamente sensual, apaixona-se com freqüência e a multiplicidade de parceiros é uma constante na sua ação, raramente ao mesmo tempo, já que Iansã costuma ser íntegra em suas paixões; assim nada nela é medíocre, regular, discreto, suas zangas são terríveis, seus arrependimentos dramáticos, seus triunfos são decisivos em qualquer tema, e não quer saber de mais nada, não sendo dada a picuinhas, pequenas traições. É o Orixá do arrebatamento, da paixão.
Foi esposa de Ogum e, posteriormente, a mais importante esposa de Xangô. é irrequieta, autoritária, mas sensual, de temperamento muito forte, dominador e impetuoso. É dona dos movimentos (movimenta todos os Orixás), em algumas casas  é também dona do teto da casa, do Ilê. 
Iansã é a Senhora dos Eguns (espíritos dos mortos), os quais controla com um rabo de cavalo chamado Eruexim - seu instrumento litúrgico durante as festas, uma chibata feita de rabo de um cavalo atado a um cabo de osso, madeira ou metal.
É ela que servirá de guia, ao lado de Obaluaiê, para aquele espírito que se desprendeu do corpo. É ela que indicará o caminho a ser percorrido por aquela alma. Comanda também a falange dos Boiadeiros.
Duas lendas se formaram, a primeira é que Iansã não cortou completamente relação com o ex-esposo e tornou-se sua amante; a segunda lenda garante que Iansã e Ogum, tornaram-se inimigos irreconciliáveis depois da separação.
Iansã é a primeira divindade feminina a surgir nas cerimônias de cultos afro-brasileiros.
Deusa da espada do fogo, dona da paixão, da provocação e do ciúme. Paixão violenta, que corrói, que cria sentimentos de loucura, que cria o desejo de possuir, o desejo sexual. É a volúpia, o clímax. Ela é o desejo incontido, o sentimento mais forte que a razão. A frase estou apaixonado, tem a presença e a regência de Iansã, que é o orixá que faz nossos corações baterem com mais força e cria em nossas mentes os sentimentos mais profundos, abusados, ousados e desesperados. É o ciúme doentio, a inveja suave, o fascínio enlouquecido. É a paixão propriamente dita. É a falta de medo das conseqüências de um ato impensado no campo amoroso. Iansã rege o amor forte, violento.


IANSÃ NA MÚSICA



Iansã comanda os ventos 

E a força dos elementos 

Na ponta do seu florim 


Senhora das nuvens de chumbo 

Senhora do mundo dentro de mim 
Rainha dos raios, rainha dos raios 
Rainha dos raios, tempo bom, tempo ruim 
Senhora das chuvas de junho 
Senhora de tudo dentro de mim 
Rainha dos raios, rainha dos raios 
Rainha dos raios, tempo bom, tempo ruim 
Eu sou o céu para as tuas tempestades 
Um céu partido ao meio no meio da tarde 
Eu sou um céu para as tuas tempestades 
Deusa pagã dos relâmpagos 
Das chuvas de todo ano 
Dentro de mim, dentro de mim 



Rainha dos raios, rainha dos raios 

Rainha dos raios, tempo bom, tempo ruim





ORAÇÃO Á SANTA BÁRBARA
Santa Bárbara,que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões,fazei com que os raios não me atinjam,os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura.Fica sempre ao meu lado,para que enfrentar,de fronte erguida e rosto sereno todas as tempestades e batalhas da minha vida,para que,vencedora de todas as lutas,com a consciência do dever cumprido,possa agradecer a vós,minha protetora e render graças a  Deus,que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras.
SANTA BÁRBARA ROGAI POR NÓS!



RESPONSO PARA AFASTAR TROVOADAS
(ORIGEM: SERNANCELHE, PORTUGAL)
Jesus Cristo lhe disse:
-Santa Bárbara,aonde vais?
-Eu com o Senhor irei
-Tu comigo não irás.
Nesta terra ficarás.
A arramar  estas trovoadas
para onde não haja eira nem beira
nem pé de figueira,
nem alminha cristã
nem guedelinho de lã.
Rezar um Pai Nosso e uma Ave Maria
Fonte:Amuletos,de Manoel Gandra


Amuleto de Iansã



  • Material: Estanho 92Sn
  • Altura: 4.5 cm
  • cristal: cor do Orixá
  • Peso: 15 gramas
  • Preço: R$22.00
O pingente vem com um cordão de couro preto ajustável de aprox. 45 cm.






UM BELÍSSIMO POEMA DE IVONE SOL PARA MIRIAM SALES,NO SEUS 71 ANOS

SEM CARDINALIDADE
Para Miriam Sales, pela passagem de seu aniversário.

Somente do tempo tu precisas
E tem que ser um tempo longo
Sem cardinalidade, sem divisa
Um tempo que caiba teu tamanho

Um tempo em que somente os anos passem
Na vida que nasce em tuas manhãs perenes
E que no suspense de cada dia que se abre
Os céus te abracem de forma fulgente

Pois ser gente tu sabes
E não te cabe outro ser
Basta viver em todas as fases
Aquilo que vale a pena viver

VALEU,QUERIDA AMIGA.
OBRIGADA!




ATÉ 2014 COM MUITA PAZ!